Como a Reforma da Previdência vai afetar sua vida?

Como a Reforma da Previdência vai afetar sua vida?

Os impactos da reforma da Previdência Social para a sociedade e os negócios são tema da palestra realizada nesta quinta-feira na ACIB

No dia 26 de setembro a ACIB recebe o presidente do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon Nilton Molina, para abordar os impactos da Reforma da Previdência Social.

O executivo, referência no País em previdência, apresenta os desafios e os principais pontos que afetam a sociedade e os negócios nesse contexto. O evento é gratuito e as inscrições para podem ser realizadas neste link.

O fenômeno longevidade será um aspecto importante discutido durante o evento. Segundo João Carlos Baio, superintendente comercial da Mongeral Aegon Seguros e Previdência “O brasileiro está vivendo cada vez mais, e é preciso se preparar financeiramente para viver bem. Isso, consequentemente, passa pela previdência”, explica.

A Mongeral Aegon Seguros e Previdência possui quase 200 anos de história no Brasil e opera nesse campo, oferecendo coberturas para morte, invalidez, doenças graves, sucessão e blindagem patrimonial, além de planos de previdência privada.  

Para o superintendente “O mercado de seguro de vida e previdência é um forte aliado para a sociedade no planejamento financeiro.A companhia atuamos com profissionais especializados na identificação das necessidades de cada cliente e no oferecimento de soluções sob medida de acordo com cada perfil”. afirma João Carlos.

Sobre o palestrante 

Nilton Molina é presidente do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon e do Conselho de Administração da seguradora multinacional Mongeral Aegon.

O executivo é diretor da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNSeg) e membro do Conselho Deliberativo da Associação Comercial de São Paulo.

Foi integrante Conselho Nacional de Previdência Complementar – CNPC do Ministério da Previdência Social. É um grande estudioso e uma das referências no país quando o assunto é longevidade e previdência. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *