[Artigo] Liderança em tempos de crise: dicas e cuidados de como se posicionar em tempos difíceis – Por Milton Debiasi

A pedido do economista Reinaldo Cafeo, presidente da ACIB, este artigo foi produzido para colaborar com as empresas bauruenses.

Momentos de crise geram muito stress, ansiedade e até depressão, e as causas são o medo, insegurança, indecisões, falta de confiança, falta de atitude, as quais tem efeitos perversos como:

  • Não alcançar seus objetivos, desejos e resultados;
  • Pensamentos negativos;
  • Desequilíbrios emocionais;
  • Dores no corpo: cabeça, estômago, coluna e outras doenças mais sérias.

Dito isto, trago aqui algumas dicas e cuidados na sua Liderança que você empresário pode colocar em prática, aproveitando esse momento de incertezas, porém tendo tempo disponível para refletir:

  1. Tenha clareza de seus objetivos e metas. Não generalize. Seja específico e o mais detalhado possível, definindo: O que eu quero e desejo, Por que? Tenha clareza dos números, percentuais, valores e tempo.
  2. Cuidado: As pessoas não fazem o que você pede. Elas fazem o que você mede.
    • Quer que seus processos funcionem, então use indicadores.
  3. Procure se autoconhecer: (e pratique. Aja com pequenas ações nas mudanças que praticar e que vão de encontro aos objetivos traçados).
    • Esteja atento a si mesmo e comece se questionando: O que me faz bem e gosto de fazer, quais são meus desejos, o que me torna forte, o que me enfraquece, o que me motiva, o que eu preciso melhorar ( pergunte as pessoas queridas a sua volta. Você vai se surpreender).
    • Faça uma lista de seus valores e forças e pontos fracos e a melhorar;
    • Escreva sempre que tiver uma ideia, pensamento ou questionamento. Escrever exercita a criatividade e organiza os pensamentos além de ajudar a se conectar com seu subconsciente, trazendo à tona respostas que estavam escondidas ou esquecidas.
    • Perguntar Por que? Por que faço isso ou aquilo?, Por que quero o que quero?, e depois busque o Como fazer?, como resolver?, etc.. . Procure fazer perguntas certas para obter respostas certas. Einstein dizia: Gaste tempo determinando a pergunta certa a se fazer e uma vez que saiba a pergunta, você poderá resolver o problema rapidamente.
  4. Pratique a Autoliderança: Significa o quanto você acredita que pode controlar a sua vida. O quanto a responsabilidade pelas escolhas que você faz é sua. Perceba se as coisas ruins que acontecem com você, que são de sua responsabilidade, , você fica transferindo para os outros e não assumindo-as. Caso isto esteja acontecendo com você, pode ser motivo de suas dificuldades e insucesso.
  5. Entenda profundamente como funciona seu Liderado: Converse muito, pergunte muito sobre o que pensa, entenda a dor de seu liderado: Quais são seus medos, dificuldades, capacidades. OBS: As pessoas podem mentir quando falam, mas seus comportamentos não mentem.
  6. Coloque as pessoas certas nos lugares certos: Faça a Análise S.W.O.T. para as pessoas da equipe.
    1. Obs: As pessoas tem perfis comportamentais diferentes: Uns são mais empreendedores e vendedores, outros mais organizados e planejados e detalhistas, outros são mais sensíveis e gostam de falar e se comunicam bem, outros são mais competitivos e gostam da ação e outros são mais objetivos, criativos e imaginativos.
  7. Pratique o Feedback: Ele não é apenas uma conversa. Procure dizer qual a expectativa que tem do liderado. Em uma situação de problema acontecido procure seguir os seguintes passos: Identifique a situação, quais foram os impactos e consequências e qual a solução que o funcionário vai dar e o que fará para não mais acontecer.
  8. Pensou em demitir uma pessoa? Demita Já. Cuidados: Não demita pela emoção ou achismo e sim em bases técnicas e comportamentais comprovadas.
  9. Atente-se para que a Comunicação seja assertiva: Ex.: Quando orientar ou delegar a alguém, tenha certeza que ele entendeu.
  10. Cuide para que tudo que for acertado e combinado sobre melhorias comportamentais de seus liderados, as ações sejam bem definidas e acompanhadas por você e, caso possua RH, por esses também, para que as mudanças sejam efetivas.

Apresentei aqui algumas dicas que considero importantes. Tem muito mais. Se você colocar em prática as dicas acima, você será um Líder mais Estratégico e menos Operacional. Quando passar essa crise procure profissionais e invista no desenvolvimento de seus Líderes e também em você para que possa obter resultados mais efetivos e duradouros.

O Especial Coronavírus da ACIB é produzido pelo ID Labs, solução de Curadoria Estratégica de Conteúdo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *