Projeções da ACIB apontam cotação do dólar entre R$ 4 e R$ 4,15 em 2020

cotação do dólar em 2020

Empresários, turistas e economistas estão sempre de olho na cotação do dólar, mas esse valor é também muito importante para o mercado, já que o preço alguns de nossos produtos seguem a cotação internacional. Por essa razão, a Associação Comercial e Industrial de Bauru (ACIB) vêm fazendo análises da conjuntura econômica e projeções para 2020.

Algumas variáveis podem influenciar no valor do dólar, como as eleições presidenciais americanas, o acordo entre Estados Unidos e China e a situação econômica sul-americana.

Mas de acordo com o presidente da ACIB, o economista Reinaldo Cafeo, o cenário mostra-se positivo para o Brasil, com um valor variando entre R$ 4 e R$ 4,15.

         “É muito possível, dadas as condições que nós estamos projetando para a economia brasileira, com um crescimento econômico na ordem dos 2,5%, que haja uma valorização do real frente ao dólar,” afirma Cafeo. “É possível que, em algum momento durante o ano de 2020, essa cotação do dólar caia, mas podemos trabalhar com alguma coisa próxima de R$ 4,10 chegando eventualmente a R$ 4,15.”

         Ele lembra, contudo, que é difícil prever essa cotação com precisão, uma vez que muitas variáveis podem influenciar o comportamento de quem compra e vende dólares, tornando complicado estruturar isso no modelo econômico.

Entretanto, considerando uma situação de normalidade, sem problemas com o governo central ou a equipe econômica, a tendência é que o real seja fortalecido.

         “Para você, turista, pode ser um bom ano para viagens internacionais. Para você, importador e exportador, mais do que ter um câmbio nas alturas, com ele equilibrado e previsível é muito mais fácil fazer negócios no mercado internacional,” conclui Cafeo.

✔ Leia outras notícias como esta no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

ACIB projeta 2020 com recuperação da economia e otimismo dos empresários

Reinaldo Cafeo fala sobre a recuperação da economia do Brasil em 2020

A Associação Comercial e Industrial de Bauru – ACIB – através do seu presidente, o economista Reinaldo Cafeo, está prevendo um 2020 com recuperação da economia nacional e muito otimismo por parte dos empresários.

Segundo Cafeo, ao analisar os indicadores econômicos, detectou se que o último trimestre contou com indicadores positivos, estabelecendo uma linha de tendência em crescimento e um ambiente de negócios favorável.

“Quando avaliamos a matriz macroeconômica pelo lado da demanda, fica mais fácil entender o que pode acontecer com a economia brasileira em 2020”, afirma Cafeo.

De acordo com o presidente da ACIB, esta matriz leva em conta a somatória do consumo, dos investimentos, dos gastos do governo e as exportações subtraindo as importações (o saldo da balança comercial).

“O consumo é movido por duas variáveis: renda e crédito. Aos poucos o emprego vem voltando, mas ainda são milhões de brasileiros desempregados. Porém, a queda na taxa de juros têm ofertado mais crédito e neste caso há dois efeitos no comportamento dos consumidores: o primeiro deles é a menor atratividade na aplicação financeira, e portanto, as pessoas com excedentes financeiros podem optar por consumir; o segundo, são os consumidores que precisam de crédito, uma vez que a taxa de juros é menor, podem antecipar as compras via crediário, adquirindo bens duráveis”, explica o economista.

Segundo Cafeo, a variável “consumo” deve ser muito importante, pois ela representa dois terços de influência no PIB. Além disso, os investimentos produtivos também estão voltando.

“Os últimos números de 2019 foram muito positivos e esse olhar fora do mercado financeiro também vai ser importante para isso. O que vem acontecendo? Há menos remuneração nas aplicações financeiras conservadoras, então investir em imóveis é boa opção, tanto que o crescimento da construção civil pode chegar a 3% ano que vem”, diz Cafeo.

Outra opção, de acordo com o presidente da ACIB é aplicar recursos no setor produtivo, em empresas, ampliar planta física, adquirir equipamentos e até abrir franquias, o que torna possível uma retomada da economia também através da variável “investimento”.

“Quanto aos gastos do governo, a expectativa é menor, à medida que o governo vai continuar tentando segurar os gastos públicos. Já as exportações não estão no volume que o País necessita, e ainda Brasil possui pauta de exportação fraca, porque é muito centrada em commodities, e mesmo com o acordo comercial entre China e Estados Unidos, é possível projetar saldo comercial positivo”, afirma Cafeo.

Recuperação da economia tem 3 pilares 

Em resumo, o economista explica que serão três grandes variáveis puxando a recuperação da economia no ano que vem: o consumo das famílias, os investimentos produtivos, e o saldo líquido da balança comercial.

“Com isso é possível um crescimento na ordem de 2,2% a 2,5% acima da inflação, ou seja, crescimento real. O crescimento nominal (sem descontar a inflação projetada para 2020) será próximo de 6% para o ano que vem. O indicativo que este crescimento projetado seja sustentado, notadamente porque há outros importantes indicadores que estão controlados, como por exemplo, a inflação. Isso sem contar o ajuste fiscal em curso”, diz.

O presidente da ACIB ressalta que, para consolidar toda essa projeção de recuperação da economia, o País não pode enfrentar nenhum revés e pelo menos duas reformas têm que ser iniciadas no próximo ano: a reforma administrativa, tornando o Estado um pouco mais leve, mais enxuto, e a reforma tributária, para que efetivamente o Brasil saia dessa complexidade que é o sistema tributário.

“Enfim, 2020 será um ano de recuperação e é possível ser otimista quanto desempenho econômico. Vale destacar que o País está distante de recuperar todo o tempo perdido, mas será um ano positivo, projetando crescimento econômico em praticamente o dobro do desempenho econômico de 2019”, finaliza.

✔ Leia outras notícias como esta no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

Vendas de Natal devem ter aumento de 4,6% em Bauru

vendas de Natal

Uma sondagem da Associação Comercial e Industrial de Bauru – ACIB – aponta que a perspectiva para as vendas de Natal é positiva.

Segundo o presidente da entidade, economista Reinaldo Cafeo, é esperado um aumento nas vendas na ordem de 4,6 por cento com relação ao mesmo período do ano passado.

“A confiança do consumidor está em alta. O varejo se preparou e gerou mais de 100 mil vagas de carteira assinada em novembro. Juros em queda, injeção do décimo terceiro e a liberação do FGTS são fatores que alicerçam esta projeção”, disse Cafeo.

A pesquisa da ACIB também apontou que o valor médio de compra deve atingir R$ 120,00. “Cerca de 15% dos consumidores indicaram que gastariam mais este ano em relação ao ano passado”, disse.

Acrescentando que os três setores que devem puxar as vendas são o supermercadista, vestuário e eletrodomésticos.

Em situação nacional, os dados da Confederação Nacional do Comércio (CNC) apontam um crescimento de 4,8% das vendas de Natal ante o mesmo período do ano passado.

✔ Leia outras notícias como esta no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

ACIB se posiciona contra a decisão do STF de criminalizar débito de ICMS

ACIB não apoia STF

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Bauru – ACIB –, o economista Reinaldo Cafeo, disse hoje, segunda-feira (16), considerar “inadequado” o caminho tomado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que deseja criminalizar o não pagamento do ICMS.

Para Cafeo, são duas situações distintas: o não pagamento por má-fé, que deve sim ser combatido, e casos excepcionais, como possíveis erros e até casos de dificuldades financeiras das empresas em época de crise.

            A maioria do Supremo Tribunal Federal votou na última quinta-feira (12) para considerar que é crime não pagar o ICMS devidamente declarado. Principal fonte de receita dos estados, o imposto é cobrado pela movimentação de mercadorias e serviços, devendo ser recolhido e repassado ao governo pelas empresas sobre a venda de produtos ou serviços. Pela medida, o não pagamento será configurado como crime de apropriação indébita, prevendo reclusão de até dois anos.

            O presidente da ACIB entende que a maioria dos empreendedores são honestos e quando não recolhem o tributo é unicamente por motivo de “caixa”. “Isso decorre de vários fatores, que vão desde o calote de clientes até a crise econômica.

“Precisa haver um forte combate à sonegação sim, em especial aos poucos que agem de má-fé, mas mandar para cadeia empresários que geram empregos por passarem por dificuldades momentâneas não parece ser um caminho sábio”, disse Cafeo.

            Após nove votos, o julgamento foi suspenso com o pedido de “vista” do presidente da corte, ministro Dias Toffoli. No momento, há seis votos a três para considerar crime a falta de pagamento do ICMS. O STF deve se reunir na próxima quarta-feira (18) para concluir o julgamento.

✔ Leia outras notícias no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

Comércio de Bauru deve gerar 1.200 vagas neste final de ano, segundo ACIB

Comércio de Bauru

Apesar da retração na economia observada durante os primeiros meses de 2019, as expectativas de geração de empregos formais no comércio são bastante promissoras para este final de ano graças a retomada do crescimento, afirma o Presidente da Associação Comercial e Industrial de Bauru – ACIB, o economista Reinaldo Cafeo.

Segundo dados da mais recente edição do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados no final do mês de outubro pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, ligada ao Ministério da Economia, o Brasil gerou 157.213 vagas de empregos formais em setembro.

Foi o melhor setembro desde 2013, quando foi registrado resultado positivo de 211.068 vagas. Pela primeira vez no ano, todas as 27 unidades da federação apresentaram resultado positivo na oferta de vagas formais de trabalho.

O setor de serviços lidera o total de empregos gerados (+64.533 vagas). Na sequência, segundo dados da Secretaria, está a Indústria da Transformação (+42.179). Em terceiro lugar vem o Comércio (+26.918);  seguido da Construção Civil (+18.331); da Agropecuária (+4.463); da Extrativa Mineral (+745) e da Administração Pública (+492).

Bauru, segundo dados do Caged, totalizou um saldo positivo de 2.083 postos de trabalho formais. Já o Brasil, no acumulado dos nove primeiros meses de 2019, teve a geração de 761.776 empregos, o que representa elevação de 1,98% no estoque total (que atingiu 39.172.204 empregos formais ao final de setembro deste ano).

Nos nove primeiros meses do ano passado, o Brasil tinha gerado 719.089 novos empregos. O resultado acumulado entre janeiro e setembro deste ano, portanto, é 6% melhor que o de igual período do ano passado.

“Dadas as condições do mercado, injeção dos recursos, 13º salário, liberação do FGTS, liberação do PIS/Pasep e redução da taxa de juros, os lojistas estão prevendo um fim de ano melhor. Tivemos, inclusive, a Black Friday antes do Natal e a projeção de contratação intermitente – agora você tem a figura do temporário, mas também é possível alocar mão-de-obra por períodos mais curtos. Então, temos a estimativa de um crescimento na ordem de 20% sobre o ano passado, o que resulta em algo próximo a 1.200 vagas neste período”, afirmou Cafeo.

✔ Leia outras notícias como este no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

Planejamento Estratégico é tema de palestra do Programa Mulher Empreendedora

No dia 19 de novembro nossa entidade recebeu a empresária, engenheira de produção e professora Alessa Berretini para ministrar a palestra Planejamento Estratégico. O encontro foi a 7ª Edição do Programa Mulher Empreendedora, realizado pela Associação Comercial e Industrial de Bauru. Confira como foi esse momento de aprendizado e networking.

Você é empresário ou está pensando em abrir um negócio? Então você precisa saber que o sucesso de uma organização envolve análise, pesquisa e gestão. O Planejamento Estratégico é essencial para o desempenho de uma empresa.  O mapeamento é o primeiro passo para alcançar suas metas. Segundo Alessa Berretini, determinar a missão, visão e valores da empresa é fundamental para iniciar a jornada no campo do empreendedorismo. 

Silvia Jacob, diretora da ACIB e coordenadora do Programa Mulher Mulher Empreendora.

A professora ressalta a importância de realizar esse processo: “Uma empresa sem planejamento é uma empresa sem um caminho definido a trilhar. “Sem um bom plano, dificilmente as empresas conseguirão se manter competitivas no mercado”, explica.

Os primeiros passos para realizar um Planejamento Estratégico

Alessa Berretini
Alessa Berretini apresenta os primeiros passos para realizar um plano estratégico de negócios.

O público recebeu as lições de Alessa com entusiasmo. A empresária Ângela Maria da Silva Carrion revela que não havia realizado um planejamento estratégico para o seu negócio: “Minha empresa tem apenas um ano e meio, sou proprietária de um centro estético animal. Foi a primeira vez que participei do projeto e nunca fiz um plano estratégico, para mim foi uma novidade e pretendo colocar em prática.”, conta.

De acordo com Alessa Berretini, o planejamento engloba vários pilares e frentes de trabalho, entre elas, inovação, marketing e gestão do conhecimento. A palestra impactou de maneira positiva a empresária Camila Vasques: “Foi uma visão moderna do planejamento estratégico, alinhado com a tecnologia e necessidades atuais. A dica mais valiosa foi nos planejarmos para atender as necessidades dos clientes, nessa nova condição, de que ele busca acesso e não posse das coisas”, diz.

Durante o encontro, a palestrante também abordou temas básicos para determinar o plano, entre eles, uma avaliação que identifica os pontos positivos e revela os riscos da empresa. “A análise SWOT que tem o objetivo de fazer uma análise interna e externa da empresa é ferramenta fundamental do planejamento, pois identifica as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da organização e segmento que atua”, explica Alessa. 

O tema chamou a atenção da empresária Andrea Cipriano.  Para ela, o evento foi uma oportunidade para estabelecer uma rede de contatos, além de apresentar diversas orientações para o mundo dos negócios:  “É importante acompanhar as mudanças de mercado, adequando nosso negócio ao novo estilo de vida dos consumidores.Também foi interessante a questão da análise pessoal e empresarial de nossos pontos fortes e fracos, para que possamos identificar ameaças e oportunidades”, afirma.

Projeto ACIB Mulher

O Programa Mulher Empreendedora é uma iniciativa desenvolvida pelo Projeto ACIB Mulher. O seu objetivo é promover a educação e networking para mulheres empreendedoras, empresárias, líderes empresariais, gestoras e que pretendem abrir seu próprio negócio, trocarem experiências, se atualizarem e fazerem negócios.  As palestras do Programa Mulher Empreendedora são gratuitas para associadas ACIB.

Para se associar e ter acesso ao ciclo de palestras do Mulher Empreendedora gratuitamente, além de outros serviços da ACIB, a mensalidade é de apenas R$ 42,00 e a inscrição pode ser feita neste link: Faça parte da ACIB!


Campanha Leão Amigo divulga balanço e começa nova fase que vai até 31 de dezembro

campanha leão amigo

O valor bruto arrecadado durante a campanha Leão Amigo 2019, lançada em março deste ano pela Associação Comercial e Industrial de Bauru – ACIB, foi de R$ 444.072,00. O balanço revela um aumento de 50,3% a mais em relação à quantia de 2018, quando o município arrecadou 294.640,00.

O objetivo da campanha é destinar 3% do Imposto de Renda Pessoa Física para o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Bauru. A campanha é uma iniciativa da ACIB em parceria com Receita Federal e a Secretaria Municipal do Bem-Estar Social (Sebes).

Agora o Leão Amigo entra em uma nova fase e a ACIB convida a população para participar novamente da ação até o próximo dia 31 de dezembro, quando é possível destinar 6% do Imposto de Renda (IR) aos projetos sociais da cidade.

De acordo com o Presidente da Associação, o economista Reinaldo Cafeo, a campanha lançada em março de 2019 superou as expectativas. “Em 2018, apenas 196 pessoas destinaram uma parte do seu Imposto de Renda e o total de arrecadação ficou em R$ 294.640,00.

A intenção para este ano era duplicar esse volume que será destinado às entidades assistenciais, e isso acabou mesmo acontecendo.  O que mostra que a população de Bauru está sensível às questões sociais. Essa contribuição significa muito não apenas para as pessoas de baixa renda, mas também para a sociedade como um todo”, afirmou.

O Secretário Municipal do Bem-Estar Social, José Carlos Augusto Fernandes, lembrou que a participação de todos foi fundamental para o sucesso da campanha. Ele reforçou ainda que o cidadão que fez a destinação do IR pôde indicar a Instituição ou Projeto que pretendia ajudar. “Além disso, é possível agora acompanhar no portal da Prefeitura Municipal a utilização do recurso”, declarou.

O Delegado da Receita Federal do Brasil em Bauru, Luiz Carlos Aparecido Anézio, ressaltou a importância da parceria firmada entre a Receita Federal, a ACIB e a Secretaria do Bem-Estar Social (SEBES), que resultou no aumento das arrecadações em relação aos anos anteriores. 

“Neste ano de 2019, a Receita Federal, juntamente com a ACIB, na figura de seu Presidente, Sr. Reinado Cafeo, e a Sebes, realizaram ações conjuntas para fomentar a destinação de parte de seu Imposto de Renda para o Fundo da Criança e do Adolescente. A parceria foi de fundamental importância, contribuindo assim para o incremento nas destinações com relação aos anos anteriores. Esperamos contar novamente com essa parceria para os próximos anos”, frisou Anézio.

O objetivo da campanha Leão Amigo é ampliar a arrecadação

A intenção da ACIB é ampliar ainda mais a arrecadação em 2020. A proposta é que a população faça a destinação na Declaração de Ajuste Anual (DAA) até o dia 31 de dezembro de 2019.

Quem optar pela doação até essa data pode destinar até 6% do IR ao Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Bauru, além de projetos de voltados para o audiovisual, esportes e idosos. Lembrando que o recolhimento deve ser feito através de guia própria, para que no próximo ano o comprovante possa ser anexado à Declaração do Imposto de Renda.

“É importante ressaltar que esta modalidade não altera o valor do IR a ser pago, apenas dá à população o direito de escolher o direcionamento deste percentual, ao invés de deixar que o Governo Federal escolha a instituição. A ACIB então começa um trabalho conjunto com a Receita Federal e a Sebes para fomentar essa campanha e assim ampliar o montante arrecadado”, declarou Cafeo.

O Secretário de Economia e Finanças da Prefeitura Municipal de Bauru, Everson Demarchi, reforçou que essa é uma ação que toda a população pode participar. “É o fechamento do exercício 2019. Então esse é o momento que as pessoas devem fazer essas destinações, esses aportes, para que ela possa no próximo ano fazer essa declaração no seu Imposto de Renda.

É importante que a população esteja consciente, para que possa auxiliar na campanha Leão Amigo, que é muito bem vista para a cidade e tem um retorno fundamental para a população bauruense”, afirmou Demarchi.

Demarchi lembrou também que a campanha traz benefícios tanto para a população quanto para as entidades assistenciais do município. “É uma campanha que auxilia todos os envolvidos, sem trazer nenhum prejuízo ou custo para o contribuinte. Colabora com a população, porque os recursos ficam no próprio município e as pessoas podem fazer o acompanhamento de onde o valor arrecadado está sendo utilizado e investido. Auxilia as entidades assistenciais da cidade, já que esses valores arrecadados aumentam a distribuição dos recursos. Já a Prefeitura não tem que destinar tantos recursos e acaba atendendo todos os projetos e entidades que precisam, ainda mais nesse momento de crise, onde é preciso investir mais no social, sem com isso onerar o contribuinte”, destacou.


✔ Leia outras notícias como esta no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .


13º salário vai injetar mais de R$ 300 milhões na economia bauruense

pagamento do 13º salário

O pagamento do 13º salário vai aquecer a economia de Bauru neste final de ano. A previsão, realizada pela Associação Comercial de Bauru – ACIB, calcula que serão injetados na cidade R$ 312 milhões através do abono salarial.

A estimativa foi elaborada pelo Presidente da ACIB, o economista Reinaldo Cafeo. “O pagamento do 13º salário tem grande impacto sobre o comércio, refletindo-se diretamente nas vendas”, observa. 

A boa notícia para os varejistas é que o dinheiro deve começar a circular pela economia local a partir da próxima semana. A maior parte dos trabalhadores receberá a primeira parcela do pagamento, que corresponde a 50% do 13º salário, até o dia 30 de novembro. O restante deverá ser pago até o dia 20 de dezembro.

Como os trabalhadores vão gastar seu abono salarial

Segundo o levantamento, os eletrônicos, calçados e vestuário são os itens  de destaque entre as preferências dos consumidores. Os entrevistados apontam que cerca de 80% desta renda adicional será destinada ao consumo.

O valor médio por compra é de  R$ 110,00. Uma pequena parcela de indivíduos deve gastar seu 13º salário com viagens. “Os valores deverão ser usados para a compra de bens não duráveis, no lazer e alimentação, o que ajuda a aquecer o comércio neste período”, explica o Presidente da ACIB.

O pagamento do 13º é uma oportunidade para os trabalhadores que desejam quitar suas dívidas. Além dos bens de consumo, os bauruenses vão utilizar o 13º salário  para o pagamento de dívidas vencidas, e outra parte deve reservar o dinheiro para as despesas no início do próximo ano.

“Mesmo quando usado para quitar dívidas, o 13º salário é bom para os varejistas, uma vez que os valores retornam ao mercado consumidor, animando a economia”, revela Cafeo.


✔ Leia outras notícias como esta no blog da ACIB, clicando aqui:
https://acib.org.br/blog/ .

Empreendedorismo é o tema da palestra do Projeto Mulher Empreendedora

Você sabe o que é empreendedorismo? De acordo com Camila Serra, empresária consultora e professora, ser uma mulher empreendedora não significa  ser otimista o tempo todo e salvar o dia personificando uma heroína das histórias em quadrinhos.

“A mulher empreendedora não é a mulher maravilha, precisa estabelecer parcerias com profissionais que possam contribuir com sua ideia de negócio e que estejam alinhados aos valores deste negócio”, explica Camila.

A empresária iniciou a reflexão desmistificando o Empreendedorismo, tema de sua palestra, realizada no dia 15 de outubro, no auditório da ACIB. Afinal, como definir esse assunto tão complexo e desafiador? Essa foi a discussão central do encontro do Projeto Mulher Empreendedora deste mês.

Os anos de pesquisa e a experiência como empresária fizeram Camila Serra concluir que empreender é utilizar nossas habilidades para transformar a nossa realidade e a vida das pessoas. 

Camila iniciou o debate questionando a plateia sobre o tema e as respostas foram distintas. O Empreendedorismo foi descrito como um chamado, um desafio, um ato de coragem, entre inúmeras definições.

Para a empresária Simone Regina Rodrigues Ramos o essencial é ser persistente: “Primeiro, é preciso acreditar em mim, saber em qual área eu quero atuar. As dificuldades existem, mas não posso desistir. O mais importante é descobrir soluções quando tudo parecer perdido, então nasce uma grande empreendedora”, diz.

Plano de Negócios Circular 

Camila Serra apresenta o Plano de Negócios Circular

Independente de qualquer interpretação ou conceito, para empreender é necessário disciplina e planejamento em todas as esferas. Desde a gestão de finanças, da equipe, atendimento e serviços.

“O primeiro passo para empreender é identificar suas habilidades, escolher algo que realmente goste de fazer, pensar nos principais pontos de um planejamento para colocar em prática sua ideia é identificar o que é possível realizar e as parcerias que poderão contribuir”, diz Camila.

Para organizar cada uma dessas áreas, Camila desenvolveu, em parceria com o professor Flavio Mangili Ferreira,  o Plano de Negócios Circular, um método que auxilia empreendedores durante o processo de implantação de um negócio. 

O grande diferencial é que o planejamento de cada uma das esferas que compõem o Plano está em constante transformação. Nesse sentido, o processo se torna um ciclo de aprimoramento.

Os ensinamentos da palestrante cativaram todas as mulheres da plateia, entre elas a empresária Elaine C. B. Corrales, que participou pela primeira vez do Projeto Mulher Empreendedora e  revelou seu entusiasmo após a palestra: “Estou acreditando muito nesse projeto, porque está trazendo palestras de outras mulheres muito inspiradoras, muito capacitadas, com muito conteúdo e conhecimento e principalmente generosidade por compartilhar a vivência delas conosco. Eu já conhecia um pouco do trabalho da Camila Serra e fiquei encantada com a palestra dela”, explica. 

Após a discussão, Camila encerrou o evento interpretando a música “Fascinação”, recebendo uma salva de palmas das participantes. 

Planejamento Estratégico é tema da próxima palestra

O próximo encontro do Programa Mulher Empreendedora ACIB será realizado no dia 19 de novembro às 19h, com a palestra Planejamento Estratégico, ministrada pela engenheira, administradora e professora, Alessa Berretini.

A palestra é gratuita para associadas da ACIB e tem um valor de R$ 80,00 para não associadas. As inscrições podem ser feitas aqui:
Quero participar!

Para se associar e ter acesso ao ciclo de palestras do Mulher Empreendedora gratuitamente, além de outros serviços da ACIB, a mensalidade é de apenas R$ 42,00 e a inscrição pode ser feita neste link: Faça parte da ACIB!

Lançamento do ACIB Educa anuncia parceria com o Sebrae-SP para aumentar as vendas nesse final de ano

A Associação Comercial e Industrial de Bauru lançou, no dia 14 de setembro, o ACIB Educa, uma iniciativa desenvolvida para capacitar empresários associados e não associados, através de cursos, palestras e oficinas que serão realizados na entidade.

Na primeira fase do ACIB Educa, foi apresentado o Programa Surpreenda Varejo – Datas Comemorativas, uma realização do Sebrae-SP em parceria com a ACIB. O presidente da Associação Reinaldo Cafeo, anunciou a parceria com o Sebrae-SP. A proposta é transmitir conhecimento utilizando as datas comemorativas para obter resultados positivos para as empresas.

Segundo o gerente regional do Sebrae, Wilson Nishmura, a proposta é aquecer o varejo durante o trimestre mais importante para o setor, com a chegada da Black Friday e o Natal. 

De acordo com a analista de negócios do Sebrae-SP, Cintia Fortuna “O objetivo do programa é criar uma sinergia entre os líderes e colaboradores, para realizar melhoria nos atendimentos aos clientes e também uma gestão mais eficiente”, explica.

O poder das mudanças no desenvolvimento dos negócios

Coronel Manoel Messias Mello ministrando a palestra “Mudança de Hábito: Encontre uma Nova Rotina”

 O evento também  contou com a presença do Coronel Manoel Messias Mello que ministrou a palestra “Mudança de Hábito: Encontre uma Nova Rotina”.

De maneira didática e bem-humorada o palestrante interagiu com o público e fez um convite aos empresários, sugerindo mudanças na rotina das empresas. De acordo com o palestrante, a sociedade enfrenta uma série de transformações que afetam nosso cotidiano e propõem novos desafios no ambiente corporativo.

O Coronel divertiu a plateia com a cena clássica do coral de freiras do filme Mudança de Hábito, interpretado pela atriz Whoopi Goldberg. O filme representa senso de equipe e liderança, características essenciais para o sucesso de qualquer negócio. 

O palestrante afirma que a função do líder é monitorar, capacitar e acreditar no potencial de seus colaboradores. Nesse caminho, a dedicação é essencial para o desenvolvimento da empresa. O lado humano aliado ao trabalho árduo, também devem estar presentes no conjunto de qualidades do time de uma organização.

Programa Surpreenda Varejo – Datas Comemorativas

Diretoria da ACIB , equipe do Sebrae-SP e o Coronel Manoel Messias Mello.

A programação inclui oficinas e palestras, além de revelar técnicas para conquistar novos clientes, proporcionando uma ótima experiência, além de métodos para selecionar uma equipe de sucesso.

Cintia Fortuna explica como a iniciativa vai ajudar no aumento das vendas. “O varejo atualmente está muito dinâmico e o programa vai auxiliar os participantes a tornar as empresas mais atrativas e inovadoras para os consumidores que estão cada vez mais exigentes e buscam sempre novidades e experiências de compra diferenciada”, declara.

As inscrições para participar do Programa são limitadas e podem ser feitas através da ACIB. O investimento é de 400 reais, mas para os nossos associados preparamos um desconto de 10% na taxa de adesão.

Saiba mais sobre o projeto através do WhatsApp: https://whats.link/atendimentoacib

Acompanhe as novidades do ACIB Educa através das nossas redes sociais.